sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Lágrimas!

Que a felicidade não dependa do tempo, nem da paisagem, nem da sorte, nem do dinheiro. Que ela possa vir com toda simplicidade, de dentro pra fora, de cada um pra todos. Que as pessoas saibam falar, calar, e acima de tudo ouvir. Que tenham amor ou então sintam falta de não tê-lo. Que tenham ideal e medo de perdê-lo. Que amem ao próximo e respeite sua dor, para que tenhamos certeza de que viver vale a pena !



Que bom que o choro existe,
Essas pequenas gotas salgadas,tímidas
que já sabem o caminho a percorrer na face.
Independentes,
expressivas,
carinhosas,
tristes,
decepcionadas,
arrependidas,
furiosas,
surpresas,
amedrontadas,
alegres,
apaixonadas,
angustiadas...
Confortadoras.
Sozinhas ou juntas fazem com que o ser humano
não "exploda".
Que bom que existe a lágrima,
na sua humildade,silênciosa.
Só nós sabemos as palavras,ações,
que se tornaram estas.
Uma necessidade humana,um "ombro amigo"
quieto.
Lágrimas...
Espero derramar muitas de alegria! :')

0 comentários:

Postar um comentário

Deixa seu recado, sua opinião ou até mesmo seu elogio.

Tarci e a doce espera.