sábado, 5 de setembro de 2009

Tudo o que sinto neste exato momento!


Estou aqui mais uma vez, desabafando, vendo se existe outro meio de afogar minhas mágoas...
Sofrendo por enfrentar tudo calada e ser a errada em todas as coisas, sem uma única prioridade, a não ser me priorizar de ser uma pessoa "criticada" em tudo.
Passei por uma agora, ser proibida de mais uma coisa; Era só mais de várias que me faltava.
Se um dia eu morrer de algum acidente, e no momento eu estiver feliz, morreria totalmente bem e alegre,mas triste por querer viver mais um pouco.
Sofro por tudo que faço e não sou reconhecida em nada, em nada mesmo.
Sinto saudades do apoio dos meus pais... Como posso sentir saudades de uma coisa que não senti ou ao menos recebi???
Ai, se eu bebesse! Eu acho que agora neste momento tava em um bar tomando todas pra me sentir melhor ou pior. Não sei, nuca fiz isso pra sentir o gosto de algum resultado positivo ou negativo. Mas tenho a certeza de que seria negativo, tão negativos quanto meus pais são comigo.
Me arrependo de neste exato momento não está bem longe daqui. Neste exato momento gostaria de está num local que estive a uns meses atrás, Vendo as ondas do mar vindo tocar a areia e indo de encontro as suas origens.

Ai se eu pudesse! Poder posso não devo! Esta é a exata questão.
Todo esse sofrimento porque eu faço as coisas muito na cara, não escondo nada. Das vezes que escondi algo, fui feliz.

Só não fui mais porque eu me limitei a meus pais!!! Que raiva sinto agora! Choro de tristeza, mas quem sabe se amanhã poderá ser o contrario. Meus Deus o que será pior do que ser uma boneca de porcelana? Por que é o que me sinto ser agora!

"Mas eu não posso fazer mal nem as moscas!"
(Capital Inicial)

0 comentários:

Postar um comentário

Deixa seu recado, sua opinião ou até mesmo seu elogio.

Tarci e a doce espera.