sábado, 27 de fevereiro de 2010

Não entregue sua felicidade em mãos erradas


Estou pensando seriamente em esquercer a tristeza e cada coisa em que me deixa infeliz no passado, neste que já deveria estar faz tempo.
Vivia dependendo deste passado e não me deixando ser feliz da maneira em que gostaria de ser e deveria, não que eu esteja sendo infeliz, mas é porque estou me limitando as grandes coisas em pequenas pessoas e que não sou tão importante para elas igual são para mim, não irá resultar nunca em muita coisa.
Por que devo limitar minha felicidade há certas pessoas que não se importa nem um pouco comigo?! Acho que não devo entregar minha felicidade "que é o meu tesouro e peça chave" nas mãos dos bandidos que todos os dias arrumam uma certa forma de retirá-la pouco a pouco de mim. 
Exito, mas não tem jeito de não a levarem embora.
Tenho que pensar positivamente sempre como este ano estou pensando e nada irá me atingir. Pois meu Deus é o Deus dos impossíveis e não me deixará ser passada para trás de maneira alguma, até porque agente só tem aquilo que realmete merecemos.

Aprendi que nunca devemos entregar a felicidade o que você tem de mais sagrado nas mãos da tristeza.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixa seu recado, sua opinião ou até mesmo seu elogio.

Tarci e a doce espera.