sexta-feira, 30 de abril de 2010



O pior de tudo, é saber que tudo na sua vida, depende somente de você.
O melhor de tudo, que quem decide é só você e mais ninguém. 
Ser feliz ou não, ter amigos ou não, ser amigo ou não, aprender ou não. 
Você traça uma meta, você escolhe, você decide, mesmo que seja dependente de alguém, que te leve pra lá ou pra cá. 
Cada lugar é cada lugar, e tudo é diferentemente igual.
Porque todos que chegam, vão... 
Porque quem vai, volta, ou quem fica , fica. 
Só temos problemas, se temos solução. 
Só temos vida, se temos a morte. 
Só temos amigos, porque somos amigáveis. 
Temos o que fazemos de nós. 
Recebemos o que merecemos, e se não achamos que merecemos e que ninguém merece tal coisa, são coisas da vida, e devemos aprender que ser bonzinho demais, não significa merecer tudo de bom, mas sim, ser bom... independente do que vamos ganhar ou perder. 
Porque temos que aprender a ser o que desejamos ser, o que nos formamos, não ser, para ganhar algo em troca... 
Posso ser uma quase ninguém para alguém, mas eu sou um alguém pra mim mesma, e pra quem eu quero bem... Somos iguais, somos diferentes, apenas somos, apenas vivemos, e não cabe a ninguém dizer como viver, como ser, cabe a cada um, aprender.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixa seu recado, sua opinião ou até mesmo seu elogio.

Tarci e a doce espera.