quarta-feira, 27 de abril de 2011

Relato do meu Casamento - Parte 1

Meninas... eu todos os dias vejo vários blogs, conheço várias blogueiras assíduas como eu, e sempre leio os seus relatos do seu "Big Day", e fico morrendo de inveja para fazer meus relatos, não sei em que relato vou parar, pois são tantos. 
Então como nunca é tarde para fazer o que queremos e gostamos, começarei fazendo o "Relato\Sinopse" do meu casamento.

Vou começar por um mês antes do casamento, em que a emoção toma conta das suas atitudes e o estresse da sua ação. Não foi muito fácil me controlar para não brigar com o noivo por detalhes e fornecedores da festa, estava preocupada se tudo iria correr como o planejado. O trabalho me estressava cada vez mais, e não conseguia conciliar tempo, trabalho, apartamento sendo reformado e mobiliado, e soluções para metade dos meus problemas.
Saí de férias do trabalho bem antes do que tinha combinado, morava no interior e tudo lá tem hora, não tinha como conciliar o horário do trabalho, com o horário do comércio, eu trabalhava no horário em que o comércio abria e saia na hora que o mesmo fechava; loucura total!
Como eu estava de férias tinha o direito de ir e vir, como assim? Ir para a Capital e Voltar para o Interior, passar o tempo que quisesse e sair a hora que queria. Se bem que na capital eu não sai muito, pois não sabia andar e nem pegar o ônibus para ir onde quisesse. E lá só tinha o apartamento para ser arrumado e em Santa Cruz, onde morava tinha o tudo para resolver, pois a festa iria ser lá junto com a Cerimônia.

A LOUCURA QUE FOI OS CONVITES...
Os convites atrasei para manda-los fazer, pois o noivo disse que iria resolver 
isso na capital, mas cadê o tempo?! Entre troncos e barrancos, fiz no Interior tudo, como lembranças de mesa, de mão, e convites... Saiu uma perfeição!

A SAGA DA ENTREGA DOS CONVITES...
Como não tinha condução para entregar os convites mandava por alguém ou então saia por Santa Cruz entregando, acho que emagreci um pouco nas minhas caminhadas (rs). 
Havia até o problema de convidados, como assim?! Eu não tenho muitos amigos, porém que por consideração tinha que convidar muitas pessoas, então me limitei em convidar só a família e as poucas amigas. tinha feito até uma lista dos meus convidados que refiz milhares de vezes, pois não podia dá mais do que o combinado e tinha de me limitar as pessoas. Andei pela rua como se tivesse fugindo da policia, porque a cidade toda estava sabendo que eu iria casar, e perguntava quando era.
Sabe a lista que acabei de falar? Ela foi deletada do meu PC, tive que fazer uma nas pressas e deixei de convidar pessoas especiais que não poderia faltar, mas faltou, fiquei louca, mas não podia fazer muita coisa.

NAS ENTRE LINHAS...
Com tudo marcado e organizado com os fornecedores, arrumei as minhas malinhas e fui rumo á Natal, ficar junto do meu amado. 

Tarciane Amorim




5 comentários:

  1. Menina seu mês antes do casório foi agitado heim!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. oi flor...põe fotos....eu ainda ando desanimada com os posts...mas gosto de ler o de vocês...bjos

    ResponderExcluir
  3. Oi Any, não coloquei foto ainda pq não tenho.
    Faltou a foto dos convites, tanto dos padrinhos quanto dos convidados!
    No 2º relato creio que vai ter fotinha sim! bjus
    Obg por tah aqui!

    ResponderExcluir
  4. Somos apaixonadas por casamento.
    O meu foi duplo, um trabalhão que valeu e agora continuo envolvida nesse sonho.
    Felicidades!
    Bjs. Bia Malfatti.

    ResponderExcluir
  5. Bia somos duas loucas então!
    Me apaixonei pelo seu blog!
    Obg por está me seguindo e me dando atenção!

    Bjus, tarciane

    ResponderExcluir

Deixa seu recado, sua opinião ou até mesmo seu elogio.

Tarci e a doce espera.