segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Triste e Magoada...

"É nunca me mostrei a favor dessa pessoa, mas também nunca fui contra. Mas se insiste em me atacar e diz indiretamente que não gosta de mim, não posso fazer nada. Estava dando o tudo de mim apesar dos acontecidos que não gosto de ver ou ouvir, depois sou eu que me passo por errada ou chata."
Não sou de fazer barracos, se quero dizer algo eu digo e outra quando falo eu estou lucida e não insisto em desculpas esfarrapadas. 
Acho que é por isso que a mesma não é muito agradável comigo. 
Conclusão: Muito magoada e pensativa.

7 comentários:

  1. Flor....Só de seguir seu blog ja te conheço...vc num é msm de fazer PICUINHAS desnecessárias....Continue sendo assim....Vamos dar uma resposta BEM LEGAL para essa pessoa impertinente???? Que tal ignorá-la?????Assim faremos o certo, né?????Fike em paz, ta????
    Bjão Tati e sobrinha (o) Uvica (o)...rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Eita Tarci! tem coisas que acontecem que ninguem merece né? melhoras!

    um beijão!

    ResponderExcluir
  3. Eu só vejo uma explicação: INVEJA! Tem gente que infelizmente se incomoda com a felicidade dos outros... liga pra isso, não, Tarciane... mais tem Deus pra te dar! Ignorar é o melhor mesmo... qdo acontecem essas coisas comigo eu tento mandar boas energias pra essa pessoa... gente vazia de afeto é que perde tempo alfinetando os outros...
    Fica bem!
    Beijo e boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Tarci, fica tranquila. Se sua consciência está tranquila, deixe que digam, que pensem que falem. Deixe isso pra lá e volte a escrever pras leitoras que gostam de vc. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Amore nao ligue pra essas coisas... como a Ludmila disse o nome disso é inveja...

    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Flor, fica assim não... esse tipo de pessoa não vale a pena nem ficar triste.
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Obrigada meninas pela força, só vcs mesmo para me deixar feliz!

    ResponderExcluir

Deixa seu recado, sua opinião ou até mesmo seu elogio.

Tarci e a doce espera.