segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Primeira gripe

Daí que fomos passar uns dias no interior que morei, e a temperatura do calor em relação ao da capital está bem mais alterado, literalmente pegando fogo. Passamos uns dias por lá, e eis que meu filho passava as noites com tosse e espirros, fiquei preocupada e resolvi voltar o mais rápido possível para casa, sabia que era em casa era melhor de lhe dar com a tal situação. E quando chego aqui eu gripo também, dores de garganta insuportável, dor de cabeça, dor no corpo... é estava um trapo. Quase não conseguia levantar da cama.
Quanto ao meu filho ele acordou com uma febrinha e tratei com paracetamol. No domingo ele não conseguiu dormir direito com tosse e a respiração ofegante. Resolvemos ir ao hospital com ele, era tanta criança com problemas e doentinhas que nos arrependemos em colocar nosso filho naquele meio e o medo dele adoecer ainda mais. Consultamos ele com a pediatra de plantão que foi bastante atenciosa conosco, e passou remédios para tratar essa tosse e o nariz congestionado. E nesse exato momento estou aqui com vários remédios para serem medicados nas horas certas.
E o coração de mãe que fica bastante apertadinho e sem saber como lhe dá com essa situação, a pena é tão grande. Queremos proteger nosso filho e coloca-lo dentro de uma bolha para que nada de mal aconteça, acho que é bem assim que toda mãe pensa.
Beijos Nossos!

1 comentários:

  1. Ai Tarci, nem me fale!!!
    O mateus ficou gripado com 1 mês e meio! Fiquei doida!!!´Dá muita dó ver esses seres tão pequeninos e dodóis!

    Mas logo passa viu?

    beijinhos

    ResponderExcluir

Deixa seu recado, sua opinião ou até mesmo seu elogio.

Tarci e a doce espera.